1° semana de 2016

 

Como todo mundo, nós temos muitas expectativas para 2016 e a primeira semana desse ano já foi maravilhosa: Decoramos nossa casa, comemos na dieta e fora da dieta, aproveitamos um pouco de folga e voltamos a trabalhar.

Estamos fazendo nossas metas para ficarmos mais focados durante o ano, em breve compartilharemos com vocês.
E vocês, já estão curtindo o ano de 2016? Fizeram suas metas?

 

Sessão Pipoca – Setembro/Outubro 2015

Para manter nossa tradição de fazer a lista dos melhores filmes que assistimos no mês, aqui vai mais um post pra vocês. Essa é a nossa lista de setembro/outubro.

confira-o-trailer-de-perdido-em

Perdido em Marte

Desde de Star Wars venho percebendo que filmes no espaço estão em alta, hahaha. Brincadeirinhas a parte, desde de Gravidade e Interestelar, os filmes que simulam uma viagem ao espaço estão com muita qualidade e Perdido em Marte não ficou para trás. O astronauta Mark Watney vai para uma missão em Marte com sua equipe. Após uma tempestade Mark sofre um acidente e é dado como morto por sua equipe, que acaba deixando-o para trás. Mark então acorda sozinho em Marte com pouco suprimento para os 4 anos que levaria para ser resgatado.

O filme é muito bom, como todo o drama projetado nesse resgate, trazendo uma suposta realidade de alguém que ficaria preso em outro planeta sem suprimentos como a Terra.

jZHvdPT1eYHsmoswoSAf8t5BCTM
Maze Runner

Sou suspeita em falar sobre esse filme pois li os livros, eu realmente não vi ligação da historia com o livro Prova de Fogo. Houveram algumas mudanças, mas tudo o que foi feito ficou espetacular. Após Thomas e seus amigos escaparem do labirinto, eles entram na segunda fase do teste, que é no deserto. A terra foi queimada pelo sol e foram formadas criaturas (Cranks) que devoram gente viva, literalmente como um zumbi. Nessa saga vem mais aventura e drama para continuar essa fuga do CRUEL.
Pixels-2
Pixels
Pixels é o filme de relembrar a infância e revive os tempos dos jogos arcade. O filme retrata uma era onde os alienigínas invadem a terra em guerra tomando formas dos antigos games, isso acontece pois a NASA mandou em 1982 uma mensagem retratando nossa vida e costumes, inclusive os jogos que eram febre na época, mas os alieniginas entendem como uma declaração de guerra.
O Sam Brennerque foi Vice-campeão dos jogos realizados em 1982 é a principal pessoa para vencer essa batalha, que se junta ao exercito para proteger a terra.

O roteiro é bem legal mas acredito que se tivesse passado nos anos 80 teria um desdobramento mais divertido do que na atualidade, como é passado no filme.

AgeD16-035.dng
A História de Adaline

Esse filme foi de longe o melhor do ano, uma história romântica e totalmente fora do comum. Adaline quando jovem sofreu um acidente de carro e desde então ela não poderia mais envelhecer, permanecendo com 29 anos por séculos. Com esse grande segredo da imortalidade, ela nunca se deixou se apaixonar ou criar laços com alguém para não revelar e estragar tudo que ela escondia por todo esse tempo. Mas, ao conhecer Ellis, ela se apaixonou profundamente e começou a viver coisas que tinha se privado por anos, até tomar a decisão de revelar o seu segredo.

Livros – Eleanor & Park

IMG_9303

Sinopse: “Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e “grande” (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.”

 

Uma história de dois adolescentes, Eleanor e Park. Eleanor é uma menina fora do padrão da sociedade, seus cabelos ruivos e roupas masculinas acabam deixando que ela se afaste das pessoas. Park é um garoto oriental. Não é popular, mas também não é motivo de chacota.

Eleanor se mudou para uma nova cidade e uma nova escola. Em seu primeiro dia de aula, foi muito zombada pelos alunos veteranos por ser realmente muito estranha e, no ônibus, não podia ser diferente: ninguém cedeu lugar para ela sentar, até que encontrou um lugar ao lado de Park. Como o Park fazia questão de nunca aparecer, não gostou que Eleanor tenha se sentado ao seu lado, pois seria motivo das pessoas começarem a encher seu saco, mas esse foi o momento em que toda a história tomou outro rumo.

Todos os dias os dois começaram a pegar ônibus juntos, mas nunca se falavam. Até que Eleanor começou a se interessar pelos gibis que Park lia durante o caminho. Todos os dias, a Eleanor lia os gibis discretamente, até que Park percebeu e os ofereceu emprestados, deixando vários em seu lugar para ela pegar. Até o momento, os dois nunca tinham trocado uma palavra, então o Park puxa assunto e descobre que eles tem algo em comum além dos gibis: músicas.

O relacionamento deles começam a crescer e se tornam grandes amigos e apaixonados. O primeiro amor começa a surgir e eles deixam de ser estranhos um para o outro. Mas essa história de amor não é tão simples assim. A família de Eleanor é bem complicada e afeta bastante o relacionamento deles, mas Eleanor e Park começam a se ajudar com os problemas que vão aparecendo e se tornam o porto seguro um do outro.

Na história há muitos momentos em aberto e quem não gosta desse tipo de narrativa se decepciona. Mas eu amei esse livro pela sinceridade do amor e pela forma que eles não são perfeitos, os tornando mais humanos e aproximando o leitor.

 

Frases preferidas:

– Segurar a mão de Eleanor era como segurar uma borboleta. Ou um coração a bater. Como segurar algo completo, e completamente vivo.

– Ela levou a mão ao peito dele e deslizou a fita dos Beatles para dentro do bolso da camiseta.

– Você salvou a minha vida, ela tentou dizer a ele. Não para sempre, e não de forma completa. Provavelmente apenas temporariamente. Mas você salvou a minha vida, e agora eu sou sua. A versão de mim que existe agora é sua. Para sempre.

12 de Junho – Dicas para o dia dos Namorados

IMG_0722 copy Sempre que o dia dos namorados esta chegando, todo casal começa a criar muitas expectativas e as vezes nem sempre o casal está em uma situação financeira bacana para fazer aqueles programas caríssimos. Eu e o Rafa estamos em uma fase de economizar para nossa viagem das próximas férias e decidimos fazer algo mais simples nesse dia dos namorados.

Depois de receber várias mensagens pedindo algumas dicas do que fazer no dia dos namorados sem gastar muito dinheiro, eu fiz uma listinha de coisas e programas que não vão gastar muito dinheiro ou quase nada que eu e o Rafa provavelmente iremos fazer.
Viajar para lugares próximos: Em Brasília, nós aproveitamos para ir lugares próximos, como Goiânia. Vocês podem planejar algo próximo da cidade de vocês que não gaste tanto.
Café da manhã: Quem não gosta de acordar com aquela surpresa que é feita totalmente dedicada a você? Bom, eu amo acordar e ter aquele cheirinho de café e se for servido na cama por quem eu amo é melhor ainda.
Jantar em casa: Por falar em comida, além do café da manhã, um jantar também vai bem. Fazer aquela comidinha especial em casa cheia de amor, é ótimo para terminar a noite.
Cinema: Marque uma sessão de cinema, de preferência vazio, para curtir juntos.
Pôr do sol: Procure um lugar na cidade que tenha um belo pôr do sol e leve vinho e queijos. Será um momento maravilho com direito a uma bela vista.
O dia dos namorados é para expressar seu amor, então crie sua própria maneira e surpreenda quem você ama.

Playlist – City and Colour

Fazia um tempo que não atualizávamos ou ouvíamos nosso iPod. Com essa história de colocar tudo no celular acabamos esquecendo do bichinho no fundo do baú. Então, esses dias eu estava mexendo em coisas que não uso muito e encontrei o querido iPod abandonado, levei para o carro e apartei o play. A primeira banda tocou foi a City and Colour, que foi trilha de uma boa parte da minha vida e relembrei o quanto essa banda é boa.

A banda tem um som folk e muito gostoso de ouvir. Ela é foi formada pelo antigo vocalista da Alexisonfire, Dallas Green, que deu o nome da banda pelo próprio nome Dallas – City (cidade) e Green – Colour (cor).

Enjoi!

City and Colour – Fragile Bird

B2A3309-copy

Livros – Amy & Matthew

11128366_10202852459511659_8443060124184054488_n

Sinopse: “Amy e Matthew não se conheciam realmente. Não eram amigos. Matthew sabia quem ela era, claro, mas ele também sabia quem eram várias outras pessoas que não eram seus amigos.Amy tinha uma eterna fachada de felicidade estampada em seu rosto, mesmo tendo uma debilitante deficiência que restringe seus movimentos. Matthew nunca planejou contar a Amy o que pensava, mas depois que a diz para enxergar a realidade e parar de se enganar, ela percebe que é exatamente de alguém assim que precisa.À medida que passam mais tempo juntos, Amy descobre que Matthew também tem seus problemas e segredos, e decide tentar ajudá-lo da mesma forma que ele a ajudou.E quando a relação que começou como uma amizade se transforma em outra coisa que nenhum dos dois esperava (ou sabe definir), eles percebem que falam tudo um para o outro… exceto o que mais importa.”

 

O que me chamou a atenção inicialmente para o livro foi a capa, tão bela e sentimental que eu fiquei mega curiosa para saber o que ele tinha para me contar. Então, fui procurar resenhas sobre o livro e finalmente me apaixonei.

A história principal é sobre a vida de Amy, que teve paralisia cerebral, afetando sua coordenação motora e tornando o mundo da Amy mais fechado em relação aos relacionamentos e amizades. Nesse processo solitário, ela decidiu no seu último ano de escola trocar seus auxiliares (professores) por alunos, trazendo mais pessoas para se aproximar dela.

O principal dessa história de amor e amizade entra no processo de seleção para os auxiliares. O Matthew é um garoto muito tímido, consequentemente com poucos amigos e sofre de TOC. Matthew e Amy se conheciam desde de criança em algumas aulas que faziam juntos na escola, mas não eram amigos. Em um texto que Amy escreveu mostrando toda sua falsa felicidade, Matthew a criticou e ela pediu para que ele se tornasse um de seus auxiliares. Ele acabou aceitando e se criando uma grande amizade entre os dois. Quando se dão conta, estão apaixonados.

A relação de Amy e Matthew é inspiradora na forma que eles se apóiam, ajudam nas dificuldades um do outro, mas no final do livro a história começa a tomar outro rumo, acabando a esperança e tendo que aguentar as consequências das decisões ruins que a Amy tomou durante seus últimos dias na escola. Mesmo assim Amy e Matthew permaneceram sua amizade após os turbilhões de emoções na trajetória da Amy na faculdade.

O livro não é só uma história de amor adolescente. Nele é abordado o preconceito da sociedade, a dificuldade que pessoas com deficiência têm para encontrar amigos abertos para as diferenças,  mas também mostra que podemos encontrar a esperança no amor.

 

Frases preferidas:

– Muitas pessoas não sabem. Você pode nem se dar conta disso. Muitos de nós ainda estamos tentando descobrir o que desejamos dizer.

– Não sei se vou ser bom em muitas coisas, mas sou bom nisso. Sou bom quando estou com você.

– Acredito que existam escolhas a serem feitas por nós todos os dias. Podemos nos fixar em nossas limitações ou superá-las.

Sí Senõr!

Voltamos com as dicas de restaurante toda semana e, para voltar bem, fomos ao restaurante mexicano Sí Senõr. Nossa última experiência com comida mexicana não foi muito boa e ficamos muito tempo longe desse tipo de gastronomia hahaha mas quando vimos o Sí Senõr ficamos apaixonados por tudo.

Processed with VSCOcam with f2 preset Processed with VSCOcam with f2 preset

O ambiente é perfeitamente decorado com o estilo mexicano e muito aconchegante, com luzes baixas que deixam o clima mais romântico. A comida é excelente. Pedimos o prato Los Tacos (R$ 34,00), que são 3 tacos de carne, frango ou machaca, são servidos com queijo, alface, guacamole e suor cream. Pedimos também Onions e Papas (R$32,00), que é cebola e batata frita com queijo e molho. Achamos os valores muito bons para a qualidade dos pratos e recomendamos para todos vocês.

Processed with VSCOcam with f2 preset Processed with VSCOcam with f2 preset IMG_5947

Endereço: Park Shopping – Restaurante Sí Señor